Facebook da MEF - Missao Esperanca e Fé
Twitter da MEF - Missao Esperanca e Fé
Google da MEF - Missao Esperanca e Fé

BLOG

HOME/Blog

15
maio
2017

Ásia: um desafio missionário

POR Cauê Ribeiro
Compartilhe:

 

 

TESTEMUNHO INFORMATIVO DE  PEQUENOS GRUPOS MISSIONÁRIOS DA ÁSIA QUE SERVE DE GRANDE REFLEXÃO PARA TODO O POVO DE DEUS.

 

Você provavelmente já deve saber que em muitos países as pessoas não podem simplesmente ir à igreja, portar uma Bíblia ou até mesmo se reunir em grupo para adorar a Deus. Em um país no leste da Ásia, é exatamente isso que ocorre em uma região onde estão os missionários Ael e Bel Oliveira, que apesar de todas as dificuldades no campo, têm visto no formato de pequenos grupos uma poderosa ferramenta para levar a mensagem da esperança às pessoas.

“Poderíamos ter um ou mais pequenos grupos todos os dias, tamanha a sede de comunhão e de se estudar a Palavra por aqui, mas não podemos fazer além daquilo que conseguimos atender com excelência e com o cuidado necessário em vista das restrições que temos em nosso campo”, explica Ael, que atualmente tem participado de dois grupos com Bel.

Em um desses grupos, a principal finalidade é ajudar aqueles que já conhecem a Cristo a entenderem mais a fundo a Palavra e, ao mesmo tempo, receber tantos outros que nunca ouviram falar no Filho de Deus. Um episódio neste grupo marcou muito o casal missionário.

“Uma semana antes de iniciarmos esse grupo, uma amiga nos procurou e, com lágrimas nos olhos, nos pediu ajuda para participar de um grupo em que pudesse simplesmente abrir a Palavra e aprender mais de Deus”, conta Bel.

Os missionários contaram então sobre esse grupo e que a amiga era bem-vinda.

“Ao ouvir esse convite, com lágrimas nos olhos e um sorriso no rosto, ela perguntou: ‘Verdade? Que maravilha, muito obrigada’”, relata Ael, para que ouvir essa reação foi como ter uma confirmação do Senhor de que estavam caminhando na direção certa.

O segundo grupo é formado por surdos. Bel tem aprendido a língua de sinais local e, mat_asia_lingua-sinais“em uma dessas coisas que o Pai faz, ela foi convidada para ajudar”.

“Tem sido um tempo muito alegre e de crescimento. Eles são cheios de dúvidas e muito curiosos, e da mesma forma o desafio é conseguir direcioná-los para o discipulado e mostrar o caminho do Pai para eles”, destaca Ael.

Fonte: Junta de Missões Mundiais.

CONFIRA NOSSOS EVENTOS

COMENTE

VEJA TAMBÉM

CONFIRA NOSSOS EVENTOS

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com