Facebook da MEF - Missao Esperanca e Fé
Twitter da MEF - Missao Esperanca e Fé
Google da MEF - Missao Esperanca e Fé

BLOG

HOME/Blog

01
jun
2017

Estado Islâmico executa 29 cristãos que se recusaram a negar a fé em Jesus em troca de suas vidas

POR Cauê Ribeiro
Compartilhe:

Um grupo de dez militantes do Estado Islâmico atacou um ônibus que transportava cristãos copta na última sexta-feira, 26 de maio, e os executaram após sua recusa em negar a Jesus.

O relato desse momento de massacre foi feito por um dos sobreviventes do massacre

De acordo com o relato de um dos sobreviventes, os extremistas obrigaram a todos os ocupantes do ônibus a descerem e questionaram se eram cristãos, incluindo mulheres e crianças. Os cristãos “foram ordenados a renunciar à sua fé e professar crença no islã”, disse um dos sobreviventes. “Mas todos – até mesmo as crianças – se recusaram a acatar a ordem e cada um foi morto a sangue frio com um tiro na cabeça ou na garganta”, acrescentou.

O atentado aconteceu no dia que marca o início do mês do ramadã, um ritual islâmico de abstinência e preces. A imprensa mundial trata o massacre como mais uma ferida devastadora para os cristãos copta no Egito, já que aconteceu na sequência de outro maior, quando 46 pessoas foram mortas por uma bomba que explodiu em uma igreja cheia, na celebração do Domingo , semana que antecedia a Páscoa.

Em 2015, o Estado Islâmico matou 21 cristãos copta em uma praia da Líbia, e gravou a execução em vídeo, dizendo que aquela era uma mensagem para a “nação da cruz”, assinada com sangue dos mártires.

No entanto, a direção da Igreja Copta advertiu que apesar dos esforços do governo, o Estado Islâmico continua tirando vidas e “prejudicando a imagem do Egito, causando muita dor aos egípcios”.

 

Fonte: www.gospelmas.com

 

 

 

CONFIRA NOSSOS EVENTOS

COMENTE

VEJA TAMBÉM

CONFIRA NOSSOS EVENTOS

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com