Facebook da MEF - Missao Esperanca e Fé
Twitter da MEF - Missao Esperanca e Fé
Google da MEF - Missao Esperanca e Fé

BLOG

HOME/Blog

02
jul
2017

Um homem começa a ler a Bíblia na prisão e tem sua vida totalmente transformada: “eu escolhi a vida”

POR Cauê Ribeiro
Compartilhe:

“Eu desejei viver eternamente”

Um grande testemunho de que Deus pode salvar e transforma a vida do homem.

 Viktor*, um cristão que vive numa pequena aldeia da Ásia Central e tem um comércio de produtos alimentícios para animais. Relembrando seu passado, ele disse como foi parar na prisão, onde acabou conhecendo a palavra de Deus. Durante suas leituras, ele se deparou com a questão da vida eterna: “Eu desejei viver eternamente, muito mais do que desejava ser liberto daquela prisão”.

“Pude sentir a presença de Deus naquele lugar e, como eu não sabia orar, eu simplesmente gritei para Jesus: ‘Eu não tenho certeza da sua existência, você sabe disso, mas eu quero a vida eterna e também quero nascer de novo’. E continuei a ler a Bíblia”, conta. Pouco tempo depois, Viktor recebeu um pacote em sua cela. “Entre os presos, costumávamos enviar uns aos outros algumas coisas amarradas em uma corda. Naquele dia, eu recebi um pequeno pacote com drogas. Eu sentei e fiquei me perguntando ‘o que é isso?’. Eu sabia muito bem o que sentiria se usasse; eu ficaria louco. Então pensei ‘isso é morte’. Depois olhei para aquela Bíblia e disse ‘isto é vida’. Eu devolvi as drogas e escolhi a vida”, relembra Viktor.

Confiança em Deus
“Eu estava tão certo que iria para o céu e me sentia confiante. Uma alegria pura entrou em meu coração e ninguém entendeu nada. Posso dizer que conheci Jesus na prisão. Eu estava condenado a seis anos, mas durante uma avaliação médica, descobriram que eu estava doente e que só tinha um ano e meio de vida. Eu não tive medo, porque sabia que estava salvo. Ali, decidimos abrir uma espécie de igreja, um dos irmãos tocava alguns instrumentos e sempre nos reuníamos. Eu pregava, sem saber o que estava fazendo e orava com os outros presos.

“Aos poucos minha vida foi transformada. Eu me reconectei com minha família e eles foram muito gentis comigo enquanto eu estava preso. O diagnóstico do médico foi substituído por uma vinda longa. Depois que fui libertado, participei de seminários e escolas bíblicas.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Fonte: Portas abertas

CONFIRA NOSSOS EVENTOS

COMENTE

VEJA TAMBÉM

CONFIRA NOSSOS EVENTOS

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com