escola jardim esperança

Guiné Bissau vive um contexto pós-guerra, buscando o desenvolvimento sócio educacional. Todavia, apesar dessa busca, o acesso à educação no país não é favorável aos guineenses e o índice de analfabetismo é de 45%.

Frente a isso, a MEF desenvolveu o projeto “Escola da Esperança”, que desde 2013 tem alfabetizado crianças, jovens e adultos em regiões isoladas da Guiné Bissau. Com a colaboração de nossos parceiros, construímos um estabelecimento com salas de aula e espaço para administração da escola, onde 5 professores ensinam mais de 120 crianças e vários jovens e adultos.

Nosso intuito com esse projeto é levar, além do Evangelho de Cristo, dignidade e cidadania à população muitas vezes esquecida.

O desenvolvimento de ações desse tipo no campo missionário requer investimento financeiro e, infelizmente, há algum tempo estamos com muita dificuldade em levantar o valor necessário para manter esse projeto, de modo que o trabalho na Escola da Esperança precisou ser pausado no final de 2018.

Nós pedimos suas orações pois sonhamos não só em reativar o projeto, mas em aprimorá-lo com a instalação de placas solares, para que as pessoas que trabalham durante o dia possam estudar a noite.