Facebook da MEF - Missao Esperanca e Fé
Twitter da MEF - Missao Esperanca e Fé
Google da MEF - Missao Esperanca e Fé

BLOG

HOME/Blog

08
mar
2019

QUILOMBOLA: UM DESAFIO PARA A IGREJA

POR Thales Albuquerque
Compartilhe:

Quem são os Quilombolas? De acordo com a Aliança Evangélica Pró-Quilombolas no Brasil, Quilombolas são afro descendentes que se organizam em comunidades próprias e mantém sua identidade. Atualmente, estão certificadas pela Fundação Cultural Palmares 1.711 comunidades espalhadas pelo território nacional. Estima-se, porém, que existam cerca de 3.500. Há comunidades remanescentes de quilombos em quase todos os estados, exceto no Acre, Roraima e no Distrito Federal. Os que possuem o maior número de comunidades são: Maranhão (381), Bahia (380), Minas Gerais (145), Pernambuco (104) e Pará (98). Entre os nove estados do Nordeste o número de comunidades certificadas é: Maranhão (381) Pernambuco (104) Sergipe (20) Ceará (29) Piauí (42) Rio Grande de Norte (21) Paraíba (34) Alagoas (64) Bahia (380). Fonte: Fundação Cultural Palmares, Setembro 2011. No rio grande do norte tem cerca de 50 grupos de Comunidades Remanescentes de Quilombos. Apenas 21, porém, são oficialmente reconhecidos pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A realidade na maioria dessas comunidades ainda é de carência, mas, ao mesmo tempo, os territórios se afirmam como espaços de resistência histórica, cultural e social.

Dificuldades educacionais

No Brasil, a frágil condição de vida na maioria das comunidades quilombolas é fato social e econômico. As crianças sofrem o impacto da dificuldade de viver nessas localidades. De acordo com o Censo Escolar de 2007, o Brasil tem aproximadamente 151 mil alunos matriculados em 1.253 escolas, localizadas em áreas remanescentes de quilombos. Quase 75% (113 mil) destas matrículas estão concentradas na região Nordeste. Fonte: Ministério da Educação.

Uma Igreja “para” os povos de matriz africana

Uma consideração importante é que é indispensável, antes de pensar na prática de desenvolvimento comunitário nos quilombolas, investir tempo numa pesquisa sócio-antropológica para buscar um entendimento aprofundado das origens e história: da comunidade, dos seus costumes e valores, da estrutura matriarcal, das práticas agrícolas, comunitárias, da religiosidade, da culinária, das danças, batuques e crenças, da oralidade do povo e seu jeito de viver, de pertencer, de se integrar, de construir e improvisar.

Novas ações

A Missão Esperança e Fé está desenvolvendo no mês de Março uma ação missionária para a comunidade quilombola de Acauã em Poço Branco – RN.

O Curso de Evangelização Rural busca o aperfeiçoamento e conscientização da igreja em Natal para ações evangelísticas entre os povos minoritários do nordeste brasileiro. faça parte dessa missão!!! Faça já sua inscrição.

INSCRIÇÃO AQUI

Fonte: http://ultimato.com.br/sites/paralelo10/2012/02/quilombolas-um-desafio-para-a-igreja/

CONFIRA NOSSOS EVENTOS

COMENTE

VEJA TAMBÉM

CONFIRA NOSSOS EVENTOS


× Informações